Compartilhe:

Em entrevista coletiva realizada na tarde de hoje (25), o Governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD/SE), após reunião com o Comitê Técnico-Científico que analisa a situação da pandemia de coronavírus, não descartou a possibilidade de decretar toque de recolher em todo o estado.

Com variantes do vírus identificadas no estado e com a chegada do período do carnaval e registros de aglomerações, os índices de internamentos em enfermaria e óbitos cresceram. “Nós tivemos uma diminuição do número casso e de óbitos no início do ano, mas voltou a crescer nos últimos oito dias. Por isso a gente achou conveniente somar os oito dias com os próximos oito dias e, aí sim, a gente vai dizer se haverá necessidade do toque de recolher ou não. Não está descartado, mas nós ainda estamos num percentual de segurança em relação à ocupação dos nossos leitos”, declarou Belivaldo.

O Comitê Técnico-Científico, que se reúne a cada quinze dias, desta vez realizará reunião na próxima quinta-feira, dia 04 de março, um intervalo de oito dias apenas, especialmente para definir as próximas medidas que serão tomadas.

Indagado sobre a situação do vizinho estado da Bahia, o Governador destacou que “haverá uma recomendação para que os prefeitos cujos municípios fazem divisa com a Bahia estabeleçam suas barreiras sanitárias. Não há razão para fechar fronteiras e impedir o direito de ir e vir.”

Sobre as testagens, Belivaldo disse que ampliará as testagens em pelo menos 20 ou 25 municípios através de uma parceria entre o Governo Estadual e a Universidade Federal de Sergipe (UFS), reconhecendo que os municípios não estão realizando os exames a contento. A listagem das cidades onde ocorrerá os testes ainda não foi divulgada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *