Compartilhe:

José Marcos de Andrade é o atual presidente do Sindicato do Comércio Varejista em Geral de Tobias Barreto – Sindcomtb. Na última segunda-feira, véspera de mais uma Sessão da CCJC da Câmara de Vereadores para discutir o projeto que visa mudar o dia da Feira da Coruja da cidade, ele concedeu entrevista à nossa equipe de reportagem.

Reportagem: Na última Sessão da CCJC da Câmara de Vereadores, o senhor falou a despeito de uma pesquisa que havia sido encomendada pelo Sindcomtb. Desejo saber sobre o público alvo da pesquisa e o que o senhor espera que ela revele.

Marcos Andrade: Verdade, para melhor orientar a todos, pois não trabalho com achismo, vale ressaltar que diante da situação encomendamos a pesquisa e que a mesma fosse realizada em duas feiras diferentes, para que possamos ter pessoas e números ainda mais convincentes. O público alvo está dividido em 5 grupos: 1- Lojistas; 2- Barraqueiros; 3-Pousadas; 4-Restaurantes e 5 – O cliente, vale ressaltar que pra o Sindcomtb é a parte mais importante da relação. Acredito eu que a mesma revelará o que já sabemos através de contato pessoal, que a feira da coruja deverá continuar aos domingos

Reportagem: O Presidente da CCJC, vereador Júnior Cisneiros, falou sobre a possibilidade de realização de um referendo. O senhor acredita que seja a melhor medida?

Marcos Andrade: Respeito a ideia, porém não concordo, nem é cabível.

Reportagem: Por quê?

Marcos Andrade: Temos uma Lei específica que trata do assunto, a Lei 10.101/00, acrescida da Lei 11.603/07, combinado com o Artigo 30 da Constituição Federal que limita as ações do Município nesse sentido

Reportagem: Um dos convidados que utilizou a tribuna falou sobre a possibilidade do Distrito de Lagoa Redonda tornar-se uma Toritama, caso a feira seja mudada. O senhor também comunga desta ideia? Acredita que a alteração fomentará o comércio da Lagoa Redonda?

Marcos Andrade: Tem um ditado popular que diz: no comércio só perde quem está, quem chega só tem a ganhar, pois nada tinha.

Reportagem: Quando o senhor utilizou a tribuna, fez questão de dizer, com veemência, que possuía comércio na cidade. Por qual motivo o senhor enalteceu isto?

Marcos Andrade: Pelo fato de alguém questionar, se não fosse empresário do comércio varejista, não poderia participar do Sindicato. Caso alguém queira posso apresentar o meu contrato social. Imagina se eu tivesse que está a frente de todas as minhas empresas, teria que se transformar em 10. Imagine uma grande empresa aonde temos que ter contato com o Diretor, impossível tal possibilidade.

Reportagem: A posição de neutralidade da CDL era esperada pelo Sindcomtb?

Marcos Andrade: Acho que foi facha de expressão! Se procura-lo, ele pode corrigir esse equívoco, acredito eu.

Reportagem: Então o senhor acredita que a CDL não faz bem seu papel ao ficar neutra? O Sindcomtb não procurou a CDL?

Marcos Andrade: Acabo de falar com ele (Ailton dos Mosquitos) e o mesmo afirma que é a favor que a feira da coruja seja aos domingos.

Reportagem: Como o senhor avalia a posição de alguns vereadores, como Neguita e Gilson Ramos, os quais já se manifestaram favoráveis a alteração? A Comissão está conduzindo bem os trabalhos?

Marcos Andrade: Em relação aos vereadores, temos que respeitar a posição de cada um, apesar de não concordar, é cada um em sua praia.

Reportagem: O senhor pediu que o projeto fosse retirado de pauta. Insistirá nesta estratégia?

Marcos Andrade: Sugerir, pois caso ocorra a aprovação todos serão responsabilizados pela falência do comércio de Tobias Barreto.

Reportagem: Qual o maior motivo que impossibilita a realização da Feira da Coruja às quartas-feiras? Por que e de onde saiu a ideia de alterar o dia?

Marcos Andrade: Temos uma feira, patrimônio imaterial e cultural de Sergipe, que já dura mais de 5 décadas, imagine você por capricho de alguém, mudar em um passe de mágica, sem uma discussão prévia, que possa chegar a exaustão.

Reportagem: Alguém deu uma contraproposta como fechar no sábado e abrir no domingo?

Marcos Andrade: A diretoria do Sindicato reuniu-se no mês de outubro de 2020 e ficou acordado que o assunto seria discutido durante o ano de 2021, assim chegando a uma conclusão do que é melhor para todos. Qual que seja a proposta a diretoria analisará.

Reportagem: Sobre o Sindcomtb, o nosso jornalismo não conseguiu acessar a página web da entidade. Também não há contato, se não, pela Fecomércio. Desejo saber, mais informações sobre o Sindcomtb, tais como sede, número de associados e funcionamento.

Marcos Andrade: Temos Instagram, @sindcomtb, e todos os sindicatos de Sergipe está hospedado no site da Fecomércio Se. Nosso Endereço é na Rua Leandro Maciel, 414A, no centro de Tobias Barreto. Temos 31 associados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *