Compartilhe:

Via Jornal O Dia – texto na íntegra

A Polícia Civil de Fortaleza prendeu ontem, 8, uma funcionária de lotérica acusada de desviar verba do auxílio emergencial. Ao todo, ela roubou mais de 150 beneficiários. O golpe é estimado em valores acima de R$ 1 milhão.

O trabalho dela era alterar senhas de acesso de beneficiários do auxílio emergencial para que golpistas transferissem os valores para outras contas. A polícia a acusou de estelionato, falsidade ideológica e inserção de dados falsos em sistemas de informações.

Os recebedores do benefício eram surpresos com mensagens no celular pedindo o CPF e a senha, afirmando que estavam fazendo o recadastramento. Após essa etapa, ela era encarregada de passar as informações para outros golpistas, que agora também estão na mira da polícia.

Além do Ceará, foram identificadas vítimas nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Pernambuco, Goiás, Paraná e Distrito Federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *