Compartilhe:

Via SEDUC- texto na íntegra

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) realizaram ontem, 30, por meio do Google Meet, a quarta reunião técnica com as secretarias municipais de educação dos 75 municípios sergipanos. 

A pauta da reunião girou em torno da retomada das aulas presenciais autorizada pelo Governo de Sergipe e Comitê Técnico-Científico e de Atividades Especiais (CTCAE), prevista para o dia 17 de agosto. Nesse encontro o foco foi a atualização do guia para a retomada das aulas presenciais. Assim, foram apresentados os coordenadores e as diretrizes de cinco frentes de trabalho: Frente Sanitária, Frente Pedagógica, Frente Administrativa, Frente de Pessoal e Frente de Gestão.

Reunião entre a SEDUC e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) pelo aplicativo Google Meet. Foto: Eugênio Barreto

Segundo o secretário Josué Modesto dos Passos Subrinho, a Seduc vai compartilhar todas as informações da reabertura dos espaços físicos e as orientações de segurança no portal e demais canais de comunicação para as famílias e a sociedade. “Os educadores também receberão orientações por e-mail e canais oficiais da Seduc. Comprometemo-nos a manter um diálogo aberto e transparente, comunicando o passo a passo da reabertura e a situação das escolas durante o retorno”, disse. 

A presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Quitéria Barros, lembra que o momento requer coragem para o enfrentamento aos problemas oriundos da pandemia, sendo necessário pensar na vida dos profissionais e na vida das crianças e adolescentes que estão em situação de vulnerabilidade. 

“A Seduc consolidou o regime de colaboração com a educação das redes municipais, inclusive instituído por lei, e se transformou no nosso maior parceiro desde ações pedagógicas, como o Programa Alfabetizar pra Valer e extensão de internet patrocinada para professores e estudantes das redes municipais. É importante ressaltar que essas ações inauguram uma visão de gestão, não de rede, mas de sistema público de ensino. Os municípios respondem pelo maior percentual de atendimento aos estudantes da rede pública. Para que avancemos, em nível de Estado, em qualidade de ensino precisamos trabalhar juntos”, ressaltou Quitéria. 

A diretora do Departamento de Apoio ao Sistema Educacional (Dase) e coordenadora da Frente Sanitária, Eliane Passos, apresentou como as ações acerca das medidas de biossegurança foram articuladas em direção à atualização do guia para a  retomada das aulas presenciais. “Todos os nossos guias foram revistos, e fizemos reuniões com a Secretaria de Estado da Saúde. Foi muito importante voltar para essas diretrizes e verificar novos procedimentos. Por exemplo, uma vez por semana, as escolas preencherão um Google Forms todas as sextas-feiras informando se houve ocorrência de contaminação de covid-19 no âmbito dos alunos ou professores para subsidiar a tomada de providência, sendo um instrumento de monitoramento direto com as escolas”, concluiu. 

O apoio pela retomada das aulas presenciais conta com a adesão de diversos gestores municipais de educação. Um deles é o secretário de educação do município de Aquidabã, Jackson Crisostomo dos Santos, representado pelo técnico Douglas Fernandes, é um deles. Segundo ele, o Ministério Público local comprovou que o município detém uma estrutura organizada para garantir o acesso ao ensino da comunidade escolar. “Por mais que a aula online seja necessária, a aula presencial tem outra dimensão e é fundamental. Por isso, nós fizemos uma busca ativa, com visitas in loco e contabilizamos cerca de percentuais entre 50 a 90% de retorno à sala de aula por parte dos alunos, considerando as modalidades que temos”, relatou. 

Também participaram da reunião o superintendente da Seduc, José Ricardo Santana; Andréa Lima Dantas, diretora da Assessoria de Colaboração e Assistência aos Municípios (Ascam); o presidente da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME), Humberto Gonzaga; presidente do Conselho Estadual de Educação, João Luiz; a coordenadora da UNCME SERGIPE, Maria José; e secretários municipais de educação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *